Barcelona reforça medidas de segurança da Sagrada Família

A cidade tomou as medidas após os atentados de agosto na Catalunha, que deixaram 16 mortos

Barcelona – A segurança da Sagrada Família foi reforçada com dez arcos detectores de metais, aparelhos de scanner, câmeras e 12 agentes a mais, chegando até 40, medidas tomadas após os atentados de agosto na Catalunha que deixaram 16 mortos.
Responsáveis do templo disseram no dia 03 de janeiro passado, no entanto, que as novas medidas de segurança, em funcionamento desde o primeiro dia do ano, “não são consequência” direta dessas ações terroristas, ainda que as mesmas tenham sido levadas em conta.
Um grupo de jihadistas matou 15 pessoas em Barcelona e outra em Cambrils, na região espanhola da Catalunha, em 17 de agosto.
Também preparavam explosivos para atentar contra monumentos e igrejas, entre elas a Sagrada Família, segundo declarou perante o juiz um dos detidos em relação com os atentados.
As medidas de segurança, inspiradas nas do Vaticano e similares às dos aeroportos, tiveram um custo de dois milhões de euros (US$ 2,4 milhões), e incluem a instalação de mais câmeras em todo o recinto.
Anteriormente, o controle dos 1,5 mil visitantes que entram por hora neste templo católico era feita de forma manual e visual.
Nessas revistas tinham chegado a ser encontradas facas de diversas dimensões, aerossóis de autodefesa e inclusive pistolas elétricas, explicou o diretor de Segurança do templo, Marc Martínez.
Obra de Antonio Gaudí (1852-1926), a Sagrada Família é um símbolo de Barcelona, com 4,5 milhões de visitantes por ano, e um dos templos cristãos mais conhecidos do mundo.
Tatiana Diniz, Presidente da ABSEG, destaca a importância dos sistemas preventivos adotados e contextualiza: “Os dados sobre quantidade de ataques e mortes em atentados terroristas é bastante impreciso. Os números variam dependo do idioma em que são inscritos e muitos levam em conta apenas os atentados que foram divulgados pela imprensa.
 
De qualquer forma, segundo o Consórcio Nacional para o Estudo do Terrorismo e Reações ao Terrorismo, órgão do Departamento de Segurança Interior do Governo dos Estados Unidos, pode-se afirmar que 75% de todos os ataques terroristas registrados se concentram em 10 países: Iraque, Afeganistão, Índia, Paquistão, Filipinas, Somália, Turquia, Nigéria, Iêmen e Síria.
 
Se levar em conta a quantidade de ataques terroristas no mundo, pode-se dizer que, apesar dos últimos ataques ocorridos na Europa, os ataques àquele continente ainda são considerados relativamente raros segundo a Global Terrosrist Database.
 
Em 2016 os atentados fatais no Ocidente representaram somente 2,5% de todos os que cumpriram os seguintes requisitos:
– Ter tido motivações políticas, sociais ou religiosas;
– Ter sido concebido para gerar o maior potencial de estragos;
– Não ter acontecido durante guerras internacionalmente reconhecidas.
 
A conclusão foi de que, no ano passado, das 34.623 pessoas que morreram vítimas de ataques segundo tais critérios, 71% das mortes se concentraram em quatro países: Iraque, Afeganistão, Síria e Somália.
 
De qualquer forma, sejam eles recorrentes ou raros, os atentados terroristas são extremamente violentos e atingem civis inocentes, devendo ser rechaçados, principalmente com ações preventivas.
 
Cristãos são alvos constantes de ataques por motivos relacionados às suas crenças. Segundo a ONG Portas Abertas, de novembro de 2015 a outubro de 2016, 7106 cristãos foram assassinados por motivos relacionados às suas crenças. Ainda segundo a ONG, de novembro de 2015 a outubro de 2016, 1329 igrejas foram alvo (fechadas, danificadas, atacadas e queimadas).
 
Ou seja, apesar do Continente Europeu não ser o principal alvo dos terroristas e dos ataques contra cristãos, os ataques a cristãos e suas igrejas ocorrem por lá, principalmente nos dias próximos às suas datas comemorativas, por isso a importância do aumento da segurança na Catedral da Sagrada Família em Barcelona”.
 
Fontes:
https://exame.abril.com.br/mundo/barcelona-reforca-medidas-de-seguranca-da-sagrada-familia/
http://www.bbc.com/portuguese/internacional-40963244
 http://www.ultimosacontecimentos.com.br/perseguicoes/mais-de-3000-cristaos-mortos-por-sua-fe-em-um-ano.html